terça-feira, 8 de abril de 2008

Vida!


Entre o que acham certo e errado,
entre o que pensam ou deixam de pensar,
entre a parede da ilusão e o muro duro da realidade,
existe um ser que ama, sofre, pensa e as vezes chora,
um ser que sonha com a felicidade, que deseja a paz,
um ser especial que erra pensando em acertar,
as vezes comemorado, outras ignorado.

Neste dia em especial, é preciso lembrar,
que você é capaz de muitos erros,
é capaz de cometer injustiças,
de sofrer por coisas que não deveria,
mas acima de tudo está o seu aprendizado,
essas etapas que todo ser precisa passar,
e quando pensamos que sabemos tudo,
temos que recomeçar do zero,
ao perceber que ainda não aprendemos nem o básico da vida.

Vida!
Complexo de dias e experiências que nos diferenciam,
mas que acaba tornando-nos tão iguais,
a minha lágrima é tão quente quanto a sua,
a mãe que perde o filho chora um lamento triste
na favela ou na mansão mais rica da cidade.
e aquele que sofre a desilusão do amor,
fica assim,, sem vontade de ir e nem ficar,
os olhos apontam a direção, mas os pés não querem caminhar.

Então, é hora de acertar o relógio do tempo,
marcar um novo compasso na sua existência,
e provar, não para o mundo, que as vezes é tão cruel,
mas, para você mesmo, que pode acertar, construir,
amar e ser amado, distribuir sementes e flores,
de um novo amanhecer!
Amanheça com você,
na certeza de merecer a felicidade.

Autor Paulo Roberto Gaefke

1 comentário:

Obrigado pelo vosso comentário.
Volte sempre.
Sissi