sábado, 8 de abril de 2017

30 coisas que você deve parar de fazer a si mesmo!






Todos nós somos culpados em ao menos um destes itens...


Marc e Angel, dois escritores passionais, life-hackers e “admiradores do espírito humano”, chegaram a uma lista de 30 coisas que você parar de fazer a si mesmo.










STOP #1. Pare de perder tempo com as pessoas erradas

A vida é muito curta para perder tempo com pessoas que sugam a sua alegria para fora de você. Se alguém quer você em sua vida, eles vão criar espaço para você. Você não deveria ter que lutar por um lugar. Nunca, jamais insista em aparecer diante de alguém que subestima o seu valor. E lembre-se, seus verdadeiros amigos não são as pessoas que estão ao seu lado quando você está vivendo seus melhores dias, mas sim aqueles que permanecem mesmo nos piores momentos.


STOP #2. Pare de fugir dos seus problemas

Encare-os de frente. Não, não vai ser fácil. Não há ninguém no mundo capaz de sair ileso de cada pancada que leve. Não é esperado que estejamos aptos a imediatamente resolver quaisquer problemas. Simplesmente não somos feitos desta forma. Na verdade, somos feitos para nos irritarmos, nos entristecermos, nos machucarmos, tropeçarmos e cairmos. E é por isto ser a razão mesma de viver – encarar problemas, aprender, se adaptar, e resolvê-los ao longo do tempo. Isso é o que efetivamente nos molda na pessoa que nos tornamos.


STOP #3. Pare de mentir para si mesmo

Você pode mentir para qualquer outra pessoa no mundo, mas você não consegue mentir para si mesmo. Nossas vidas melhoram apenas quando arriscamos encarar as oportunidades, e a primeira e mais dificil oportunidade que podemos encarar é sermos honestos conosco mesmos.


STOP #4. Pare de colocar as suas necessidades em segundo plano

A coisa mais dolorosa é perder-se de si mesmo no processo de “amar” alguém demais, e esquecer de que você é especial, também. Sim, ajude aos outros; Mas ajude-se também. Se existe um momento para correr atrás de sua paixão e fazer algo que realmente importa para você mesmo,este momento é agora.


STOP #5. Pare de tentar ser alguém que você não é

Um dos maiores desafios na vida é ser você mesmo em um mundo que tenta fazê-lo igual a todos os outros. Alguém sempre vai ser mais bonito, alguém sempre será mais esperto, alguém sempre será mais jovem, mas eles jamais serão você. Não mude para que os outros passem a gostar de você. Seja você mesmo e as pessoas certas vão amar quem você é de verdade.


STOP #6. Pare de se apegar ao passado

Você não pode iniciar o próximo capítulo da sua vida se você continua relendo o anterior.


STOP #7. Pare de ter medo de cometer erros

Fazer algo e falhar é ao menos dez vezes mais produtivo do que não fazer nada. Todo sucesso deixa uma trilha de falhas atrás de si, e cada falha é um passo rumo ao sucesso. Você acaba se arrependendo muito mais das coisas que NÃO fez, do que daquelas que fez.


STOP #8. Pare de se reprender por velhos tropeços

Nós podemos amar a pessoa errada e chorar sobre as coisas erradas, mas não importa o quão erradas as coisas se tornem, uma coisa é certa, os enganos nos ajudam encontrar a pessoa e as coisas que são certas para nós. Todos cometemos enganos, temos tropeços e mesmo nos arrependemos das coisas em nosso passado. Mas você não é seus enganos, nem seus tropeços, e você está aqui AGORA com o poder de definir o seu dia e o seu futuro. Toda e cada coisa que aconteceu na sua vida está te preparando para um momento que ainda virá.


STOP #9. Pare de tentar comprar felicidade

Muitas das coisas que desejamos são caras. Mas a verdade é que, as coisas que realmente nos satisfazem, são totalmente grátis – amor, risadas e trabalhar naquilo que nos apaixona.


STOP #10. Pare de procurar a felicidade exclusivamente nos outros

Se você não está feliz com quem você é por dentro, você tampouco será feliz em um relacionamento de longo prazo com quem quer que seja. Você precisa criar estabilidade na própria vida em primeiro lugar, antes que possa compartilhá-la com mais alguém.


STOP #11. Pare de ficar ocioso

Não pense demais ou você criará um problema que nem existia, para começar. Avalie as situações e tome ações decisivas. Você não pode mudar o que se recusa a encarar. Progredir envolve assumir riscos. Ponto! Vocẽ não pode andar até a segunda base e manter o seu pé ainda na primeira.


STOP #12. Pare de pensar que você não está pronto

Ninguém realmente se sente 100% pronto quando uma oportunidade aparece. E isto acontece porque as mais grandiosas oportunidades na vida nos forçam a crescer além das nossas zonas de conforto, o que significa que não estaremos totalmente confortáveis, no início.


STOP #13. Pare de se envolver em relacionamentos pelas razões erradas

Relacionamentos devem ser escolhidos com sabedoria. É melhor estar só do que em má companhia. Não há necessidade de pressa. Se alguma coisa deve ser, ela acontecerá – no seu tempo certo, com a pessoa certa e pela melhor das razões. Se apaixone quando estiver pronto, não quando estiver solitário.


STOP #14. Pare de rejeitar novas relações por que as antigas não funcionaram

Na vida você perceberá que existe um propósito em conhecer cada pessoa que você conhece. Alguns testarão você, outros te usarão, e outros te ensinarão. Mas, o que é mais importante, alguns despertarão o que há de melhor em você.


STOP #15. Pare de tentar competir com todo mundo

Não se preocupe com o que os outros fazem melhor do que você. Concentre-se em bater os seus próprios recordes todos os dias. O sucesso é uma batalha travada apenas entre VOCÊ e VOCÊ MESMO.


STOP #16. Pare de ter inveja dos outros

A inveja é a arte de contar as bençãos alheias, ao invés das próprias. Se pergunte o seguinte: “O que é que eu tenho que todas as outras pessoas desejam?”


STOP #17. Pare de reclamar e sentir pena de si mesmo

As “bolas com efeito” da vida são jogadas por um motivo – para mudar o seu caminho numa direção que se destina a você. Você pode não ver ou entender tudo no momento em que isto acontece, e pode ser difícil. Mas pense naquelas “bolas curvas” negativas que foram jogadas para você no passado. Você frequentemente perceberá que no final elas te levaram a melhores lugares, pessoas, estados de espírito, ou situações. Então sorria! Deixe todos saberem que hoje você é mais forte do que era ontém, e então você será.


STOP #18. Pare de guardar rancor

Não viva a sua vida com ódio no coração. Você acabará machucando a si próprio muito mais do que as pessoas que você odeia. Perdoar não é dizer “o que você fez de errado comigo não tem importância”, é dizer “eu não vou permitir que o que você fez comigo seja a ruína eterna da minha felicidade”. Perdoar é a resposta… desapegue, encontre paz e liberte-se! E lembre-se, o perdão não é apenas para as outras pessoas, é para si mesmo também. E você deve perdoar-se, seguir em frente e tentar fazer melhor na próxima vez.


STOP #19. Pare de deixar os outros te rebaixarem ao nível deles

Recuse-se em baixar os seus padrões de qualidade para acomodar aqueles que se recusam a elevar os deles.


STOP #20. Pare de perder tempo se explicando aos outros

De toda forma, seus amigos não precisam e seus inimigos não vão acreditar. Apenas faça o que seu coração aponta como o caminho certo.


STOP #21. Pare de fazer as mesmas coisas de novo e de novo sem uma pausa

A hora certa de respirar profundamente é quando você não tem tempo pra isso. Se você continuar insistindo no que está fazendo, você vai continuar obtendo o mesmo resultado. Às vezes, você precisa se distanciar um pouco para ver as coisas mais claramente.


STOP #22. Pare de negligenciar a beleza dos pequenos momentos

Aproveite as pequenas coisas, pois um dia você pode olhar para trás e descobrir que elas eram as grandes coisas. A melhor porção da sua vida será composta dos pequenos e inomináveis momentos que você passa sorrindo junto de alguém importante pra você.


STOP #23. Pare de tentar alcançar a perfeição

O mundo real não recompensa o perfeccionismo, ele recompensa as pessoas que conseguem fazer as coisas.


STOP #24. Pare de seguir o caminho do menor esforço

A vida não é fácil, especialmente quando você planeja alcançar algo de valor. Não pegue o caminho mais fácil. Faça algo extraordinário.


STOP #25. Pare de agir como se tudo estivesse bem, quando não está

É perfeitamente normal desmoronar por um breve período. Você nem sempre precisa fingir que é o mais forte, nem constantemente tentar provar que tudo está indo bem. Você tampouco deveria se preocupar com o que os outros pensam – chore se precisar – é saudável colocar suas lágrimas para fora. Quanto mais cedo você o fizer, mais cedo você estará apto a sorrir genuinamente de novo.


STOP #26. Pare de culpar os outros pelos seus próprios problemas

A dimensão com que você conseguirá realizar seus sonhos depende da dimensão com que você assume responsabilidade pela própria vida. Quando você culpa os outros pelo que você está passando, você nega responsabilidade – você dá aos outros poder sobre aquela parte da sua vida.


STOP #27. Pare de tentar ser tudo para todos

Alcançar isto é impossível, e tentar apenas te levará ao esgotamento. Mas fazer uma pessoa sorrir PODE mudar o mundo. Talvez não todo o mundo, mas o mundo dela. Então estreite o seu foco.


STOP #28. Pare de se preocupar demais

A preocupação não removerá os obstáculos do amanhã, mas removerá as delícias do dia de hoje. Um modo de verificar se algo vale o esforço de super ponderar a respeito é se fazer a seguinte pergunta: “Isso importará daqui a um ano? Três anos? Cinco anos?”. Se não, então não é nada que valha o esforço de preocupar-se.


STOP #29. Pare de focar naquilo que você não quer que aconteça

Foque naquilo que você quer que aconteça. Pensamento positivo está na dianteira de todo grande história de sucesso. Se você acordar toda manhã com o pensamento de que algo maravilhoso acontecerá na sua vida hoje, e você prestar muita atenção, você com frequência descobriá que tem razão.


STOP #30. Pare de ser ingrato

Não importa o quão bom ou o quão ruins as coisas estejam, acorde todo dia grato pela sua vida. Alguém em algum lugar está desesperadamente lutando pela própria vida. Ao invés de pensar naquilo que falta, tente pensar em tudo aquilo que você já tem e que quase todo mundo sente falta.



fonte: Marc and Angel Hack Life

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Citações do Osho sobre o Ego

O Ego Começa a Crescer Junto Com a Criança

“O Ego não existe em ninguém mais, apenas nos seres humanos, o ego começa a crescer, conforme a criança cresce. Os pais, as escolas, as faculdades, a universidade, todos eles ajudam a fortalecer o ego pela simples razão de que, por séculos, o homem precisou lutar para sobreviver e a idéia tornou se uma fixação, um profundo condicionamento inconsciente, que apenas egos fortes podem sobreviver na batalha da vida. A vida tornou se apenas uma batalha para sobreviver... E os cientistas tornaram isto mais convincente, com a teoria da sobrevivência do mais apto. Então nós ajudamos cada criança a tornar se cada vez mais forte no ego é aí que começa o problema.
À medida que o ego se torna mais forte começa a cercar a inteligência, como uma espessa camada de escuridão. A inteligência é luz, ego é escuridão. A inteligência é muito delicada, O ego é muito duro... A inteligência é como uma flor, o ego como uma rocha. E se Você quiser sobreviver, eles dizem – os chamados conhecedores – então você precisa tornar-se como uma rocha. você precisa ser forte, invulnerável. você precisa tornar-se uma cidadela, uma forlaleza fechada, para que você não possa ser atacado de fora. Precisa tornar-se impenetrável.
Mas desta forma Você se torna fechado. Você começa a morrer assim como sua inteligência, está preocupado porque a inteligência precisa de céu aberto, do vento, de ar, de sol para crescer, expandir-se e fluir. Para manter-se vivo, precisa-se de um constante fluxo e, se ele tornar-se estagnado, pouco a pouco permanecerá um fenômeno morto.”
Osho, Tao: The Golden Gate, Vol. 1, Capítulo, #7
Para continuar lendo em inglês, clique aqui.


A Felicidade é a Morte do Ego
 "A felicidade é uma ameaça e a miséria é segura – segura para o ego.
 O ego só pode existir na miséria e através da miséria. O ego é uma ilha cercada pelo inferno. A felicidade está ameaçando a existência do ego. A felicidade ergue-se como um sol e o ego desaparece, evapora como uma gota de orvalho sobre a folha de grama.
A felicidade é a morte do ego. Se você quiser continuar a ser uma entidade separada da existência, como quase todos estão tentando fazer, você vai ter medo de ser alegre, animado. você vai sentir-se culpado por ser feliz. Você vai sentir-se suicida porque você estará cometendo suicídio no nível psicológico, no nível do ego.
Isto quase sempre acontece com pessoas que divertem-se por alguns momentos e em seguida sentem-se culpadas.. A culpa surge em função do ego. O ego começa a torturá-las. O que você está fazendo? Você decidiu matar-me? E eu sou o seu único tesouro. Matar-me? Você será destruído. Matando-me estará destruindo a si mesmo..."
Osho, The Dhammapada : The Way of the Budha, Vol. 6, Capítulo #10
Para continuar a ler em inglês clique aqui

Tente Entender o Ego
"Tente entender o Ego, analisá-lo, dissecá-lo, olhá-lo, observá-lo, de todos os ângulos e não tenha pressa em sacrificá-lo. Caso contrário o maior egoísta nasce: a pessoa que pensa ser humilde. A pessoa que pensa não ter ego.
Isto é mais uma vez a mesma história jogada num nível mais sutil. Isto é o que as pessoas religiosas têm feito ao longo dos séculos – piedosos egoístas fizeram. Eles fizeram seus egos ainda mais decorados, isto tornou a cor da religião ainda mais sagrada. O seu ego é melhor que o ego do santo. O seu ego é melhor, muito melhor – porque o seu ego é muito grosseiro e o ego grosseiro pode ser entendido e cair mais facilmente que o sutil, o ego sutil jogará tais jogos, isto é muito difícil. Será necessário absoluta consciência para identificá-lo"
Osho, The Fish in the Sea is Not Thirsty, Capítulo # 12
Para continuar a ler em inglês clique aqui

O Sofrimento Nutre Seu Ego
”O sofrimento tem muito mais coisas para dar a você do que jamais a felicidade poderia dar. Pelo contrário, a felicidade tira muitas coisas de você. Na verdade a felicidade tira tudo o que você já teve, tudo o que você já foi. A felicidade o destrói. O sofrimento nutre o seu ego e a felicidade é, basicamente, um estado de ausência de ego. Esse é o problema, o verdadeiro cerne do problema. Por isso as pessoas têm verdadeira dificuldade em serem felizes. É por isto que milhões de pessoas no mundo têm vivido no sofrimento, na miséria interior, decidiram viver no sofrimento. Ele dá a você um ego, muito, muito cristalizado. Você é sofredor, miserável. Você não é feliz. No sofrimento existe uma cristalização.  Na felicidade você se torna difuso .
Caso isso seja entendido, então as coisas tornam-se muito claras. O sofrimento torna você especial. A felicidade é um fenômeno universal, não há nada especial nela”.
 
Osho, The Book of Wisdom Capítulo, Capítulo # 20
Para continuar a ler em inglês clique aqui

Amor e Ego não podem vir juntos.
“Conhecimento e ego vão juntos perfeitamente bem, mas amor e ego não podem vir juntos, não em todos. Eles não podem fazer companhia. Eles são como a escuridão e a luz. Se a luz está lá a escuridão não pode estar. A escuridão pode estar apenas se a luz não estiver lá. Se o amor não está lá o ego pode estar. E vice-versa, se o ego é descartado, o amor chega por todas as direções. Ele simplesmente começa a derramar-se em você por todos os lugares”.
Osho, The Secret, Capítulo # 1
Para continuar a ler em inglês clique aqui

O Ego Alimenta o Seu Desejo de Ser Outra Coisa.
“Onde é que o ego obtém a sua energia: O ego alimenta-se de seu desejo de ser outra coisa. Você é pobre e deseja ser rico? O ego está absorvendo energia. Isto é respiração viva. Você é ignorante e deseja tornar-se um sábio – o ego está absorvendo energia. Você é um ninguém e deseja tornar-se poderoso o ego está absorvendo energia.
Entenda o processo do ego. Como o ego vive? O ego vive da tensão entre o que você é e o que você deseja ser. A deseja ser B – o Ego é criado a partir dessa verdadeira tensão. Como o ego morre? O ego more quando você aceita o que você é. Aí você diz: “Eu estou bem como eu sou. Onde estou é bom. Permanecerei apenas onde a existência me coloca. Sua vontade é minha vontade”.
Quando Você abandonar toda a tensão sobre o futuro – eu deveria tornar-me isto, eu deveria tornar-me aquilo – o ego evapora. O Ego vive com base no passado e no futuro. Entenda isto um pouco. As argumentações do ego são do passado, - “eu fiz isto, Eu fiz aquilo” – É tudo no passado. E o ego diz, “Eu definitivamente farei isto” Eu definitivamente mostrarei a você que eu posso conseguir aquilo - Isto é tudo no futuro. O ego simplesmente não existe no presente. Se você vem para o presente, então o ego desaparece. Isto é a morte para o ego. Vir para o presente é a morte do ego.          
Osho, Die, O Yogi die, Capítulo # 8
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

O Ego Existe Através da Fricção.
 “O ego existe por meio da fricção Tenha um ideal e você vai tornar-se um egoísta. O idealista é um egoísta. Tenha um ideal maior e você será um grande egoísta. Quanto maior for o ideal, maior será o ego, pois maior será a fricção. O ego é criado pelo atrito entre o real e o ideal. Agora você pode ter o ideal de ausência de ego. Tanto faz, o ideal traz o ego. Agora sua idéia de ausência de ego trará um grande ego. Então os reais egoístas são aqueles que pensam ser pessoas humildes, que fingem estar sem ego.
O homem sem ego é o homem que não tem ideais.
Agora você pode ter o ideal de ausência de ego – tanto faz. Você pode dizer ”Mas eu tenho o ideal de estar sem ego.” – tanto faz, o ideal traz o ego. Agora sua idéia de ausência de ego trará um grande ego. Então, os egoístas reais são aqueles que pensam ser pessoas humildes, que fingem não ter ego.
O homem sem ego é o homem que não tem ideais. Deixe ser este o critério e você estará tropeçando no fundamental. O homem sem ego é o homem sem ideais. Então como o ego pode ser criado”? –  A verdadeira energia estará   perdida... A energia vem da fricção, do conflito, da luta.
Quando você aceita sua vida – quando você toma seu café da manhã, quando você dorme, caminha, toma seu banho – como você pode criar um ego a partir dessas coisas? Dormir quando sentir sono, comer quando sentir fome, como você pode criar o seu ego? Não, se você controlar poderá criar um ego. Se você ficar acordado por toda a noite e disser – Eu não vou dormir,  você pode criar um ego. Pela manhã, a pessoa que dormiu bem não terá ego, você terá um grande ego.”
Osho,  Zen – The Path of Paradox, vol. 2, Capítulo # 4
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

O Ego Não Quer Ser o Todo
Então eu não estou ensinando você a ser bom. Não estou ensinando você a ser mau. Eu estou ensinando você apenas a ser inteiro. Ser inteiro é ser saudável e ser saudável é ser sagrado.
Mas o ego não quer ser inteiro, pois se você é o todo ele não poderá existir. O ego existe apenas na divisão. Quando você está lutando consigo mesmo o ego existe. O ego sempre existe através do conflito... O conflito é seu alimento, sua nutrição. Assim se você está inteiro, o ego não poderá existir. Você pode olhar isto. Você pode ir e olhar os criminosos, - Você pode ir e olhar seus santos – eles tem seu ego – o ego do bom e o ego do mau. Mas se você puder encontrar um homem que não tenha ego, ele não será nem um pecador, nem um santo, ele vai ser muito simples. Ele não vai reclamar de nada bom ou ruim... ele não vai reivindicar nada.
O ego é criado pela quebra... Quando você está lutando, o ego entra. quando você não está lutando, o ego não pode entrar. Ego é uma tensão. Se você quer o ego, então divida-se tanto quanto possível. Torne-se duas pessoas. É isto que acontecendo com muitas pessoas, isto é o que aconteceu com toda a humanidade. Todos tornaram-se duas pessoas – uma voz diz – faça isto – a outra voz diz – não faça isto – então o ego surge.. O ego surge com a fricção, e o ego é muito intoxicante, torna você inconsciente. Este é todo o mecanismo.
Osho, Tao: The Pathless Path Vol. 1, Capítulo # 14    
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

Você Não Pode Abandonar o Ego.
“Eu sou isso e aquilo, não é nada mais do que um outro nome para o ego.  Agora você terá problemas. Se o ego está convencido de que a única maneira é deixar cair o ego, então quem vai deixar cair quem? E como? Será como puxar você mesmo pelos próprios cadarços. Você vai achar bobagem. Veja cada palavra que você usa – eu sou isso ou aquilo – nada mais é do que o ego.
A segunda coisa – ninguém jamais foi capaz de abandonar o ego, porque o ego não é uma realidade que você possa deixar – qualquer coisa para ser descartada, precisa ser real, substancial. O ego é apenas uma noção, uma idéia. Você não pode abandoná-lo, você pode apenas entendê-lo. Você pode abandonar sua sombra? Você pode correr tão rápido quanto queira, mas sua sombra vai correr na mesma velocidade.
Você não pode abandonar o ego. Uma vez que você comece a tentar abandoná-lo, você entrará numa grande confusão – você se tornará cada vez mais preocupado e intrigado – e esta não é a única maneira de livrar-se do ego. A única maneira de libertar-se do ego é olhar para ele.”
Osho, Theologica Mystica, Capítulo # 9
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

A Natureza Sempre é Bonita, o Ego é Sempre Feio
"Então quando você faz algo, olhe, esteja alerta. E se isto conduzi-lo à miséria, então saberá bem que era o ego. Então, da próxima vez, esteja alerta, não dê ouvidos a essa voz. Se for a natureza, irá conduzi-lo a um estado de bem-estar da mente. A natureza sempre é bonita. O ego sempre feio. Não há outro caminho, apenas de tentativa e erro. Eu não posso dar-lhe um critério para que você possa julgar tudo, não. A vida é sutil e complexa e todos os critérios são deficientes. Você terá que fazer seus próprios esforços para julgar. Então sempre que você fizer alguma coisa, ouça sua voz interna. Tome nota de onde ela lhe conduz. Caso o conduza à miséria foi, com certeza, proveniente do ego.
Se o seu amor o leva ao sofrimento, à miséria interior, foi a partir do ego. Se o seu amor conduz você a uma grande benção e bem-aventurança, provém da natureza. Se a sua amizade, até a sua meditação o conduzir ao sofrimento, à miséria, foi procedente do ego. Se viesse da natureza tudo estaria adequado, tudo seria harmonioso. A natureza é maravilhosa, a natureza é linda, mas você precisa trabalhar nisso.”
Osho, The Alchemy of Yoga, Capítulo # 4   
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

Antes Que Você Possa Perder Seu Ego, Você Precisa Alcançá-lo
Osho,
Eu sinto que por meio do desenvolvimento de uma atitude de resistência às dificuldades, eu tornei-me muito resignado com a vida.  Sinto essa resignação como um peso empurrando-me contra o meu esforço para tornar-me mais vivo na meditação. Será que isto significa que eu teria suprimido o meu ego e  que deveria encontrá-lo antes de realmente perdê-lo?

“Este é um dos maiores problemas. Isto parecerá muito paradoxal, mas é verdade – antes que você possa perder seu ego, Você deve alcançá-lo. Apenas uma fruta madura cai no chão. Maturidade é tudo. Um ego imaturo não pode ser derrubado, destruído. E se você lutar com um ego imaturo, para destruí-lo, dissolve-lo, todo o seu esforço será um fracasso. Ao invés de destruí-lo você achará que ele está mais reforçado, de novas e sutis maneiras.
Isto é algo fundamental a ser entendido – o ego deve chegar ao pico, deve ser forte, ele deve ter atingido uma integridade – só então você pode dissolvê-lo. Um ego fraco não pode ser dissolvido e isto torna-se um problema.
No Oriente todas as religiões pregam a ausência do ego. Então, no Oriente todos são contra o ego, desde o início. Em função dessa atitude contrária, “O Ego nunca se torna forte, nunca chega ao ponto de integração, de onde possa ser derrubado. Nunca está maduro. Assim, no Oriente é muito difícil dissolver o Ego, quase impossível.
No Ocidente, toda a tradição ocidental de Religião e Psicologia propõe, prega, convence as pessoas a ter egos fortes – porque a menos que você tenha um ego forte,  como poderá sobreviver? A vida é uma luta, se você não tiver ego poderá ser destruído. Então quem resistirá? Quem lutará? Quem competirá? E a vida é uma contínua competição. A Psicologia Ocidental diz- atingido o ego, seja forte nele.
Mas no Ocidente é muito fácil dissolver o ego. Assim, sempre que um buscador Ocidental atinge um entendimento de que o ego é o problema, ele pode facilmente dissovê-lo, mais facilmente do que qualquer buscador do Oriente.
Este é o paradoxo – no Ocidente o ego é ensinado, no Oriente a ausência do ego é ensinada. Mas no Ocidente é fácil dissolver o ego, no Oriente é muito difícil.
Esta será uma tarefa difícil para você, primeiro atingir e, em seguida, perder – porque você só pode perder o que já possui, se você não possui, como pode perder?”
Osho, My Way – The Way of The White Clouds, -  Capítulo  # 8.
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

Com o Ego o Amor é Impossível
“Quando você está com raiva, na paixão, violento, agressivo, você sente um ego cristalizado dentro de você. Sempre que você está amando, na compaixão a cristalização não está lá. É por isto que não conseguimos amar, porque com o ego, o amor é impossível. É por isto que continuamos a falar tanto sobre o amor e nunca estamos amando.
E tudo o que chamamos de amor é, mais ou menos sexo, não é amor, porque você não pode perder seu ego, e o amor não pode existir a menos que o ego desapareça. Amor, meditação, divindade, todos exigem uma coisa – o ego não deve estar lá – É por isto que Jesus está certo ao dizer que Deus é amor, pois ambos fenômenos acontecem apenas quando o ego não está presente.”
Osho, The Book of Secrets, Capítulo #53
Para continuar a ler em inglês clique aqui

A Sociedade Precisa de Você Como um Ego
“A criança nasce com a consciência, mas não com o ego. A criança desenvolve o ego. Conforme ela se torna mais e mais social e relacionada, o ego desenvolve-se. Este ego está apenas na sua periferia, onde Você se relaciona com os outros. – apenas no limite do seu ser, e a consciência é o centro. A criança nasce com a consciência mas não está consciente. Ela é a consciência mas não está consciente de si mesma. A primeira conscientização da criança surge com seu ego. Ela toma conhecimento do seu eu, não da sua consciência. Na realidade ela se torna consciente primeiro do tu, do outro. A criança torna-se consciente de sua mãe. Então, reflexivamente ela se torna consciente de si mesmo. Primeiro ela se torna ciente dos objetos ao seu redor. Então, pouco a pouco ela começa a sentir que é separada. Este sentimento de separação dá-lhe a sensação do ego, e porque a criança primeiro toma consciência do ego, o ego torna-se a cobertura do ser.
Então o ego vai crescendo, porque a sociedade precisa de você como um ego, não como uma consciência. A consciência é irrelevante para a sociedade, sua periferia é significativa. E existem muitos problemas. O ego pode ser ensinado, o ego pode ser dócil e o ego pode se forçado a ser obediente. O ego pode ser feito para ajustar-se, mas não a consciência. A consciência não pode ser ensinada, a consciência não pode ser forçada. A consciência é intrinsicamente rebelde. Ela não pode ser feita como uma parte da sociedade.”
Osho, A Última Alquimia, Vol. 1, Capítulo #14
Para continuar a ler em inglês, clique aqui

Você é Único
”Todos nós, mesmo um rato, tem seu ego. Todo o mundo mesmo um homem religioso, tem seu ego. Mesmo enquanto declara “ Eu sou apenas o pó embaixo de seus pés” você está agregando ego.
O ego e a sociedade devem ser descartados, então você encontrará a individualidade correspondente... um sentimento de exclusividade. Sim, você é único. Todos os demais são únicos. Neste mundo apenas pessoas  únicas existem, assim a comparação é estúpida, porque apenas você é como você mesmo. Não há ninguém como você. Então como comparar?”
Osho, A disciplina da transcendência, Vol.1, # Capítulo 4
Para continuar a ler em inglês clique aqui

O Ego é Exploração
“Existem apenas dois estados de consciência – o estado do ego e o estado do amor. O estado do ego é limitado, na forma de semente, um estado atômico – o amor é todo compaixão, o amor é divino. O centro do ego é o eu, o ego existe por si mesmo. O néctar do amor é o universo. O amor existe para todos.
O ego é exploração, o amor é serviço. E o serviço que flui do amor, livremente e espontaneamente é não-violência.”
Osho, The Long, the Short and  the All,  Capítulo # 4
Para continuar a ler em inglês, clique aqui
Leia mais tópicos do Osho nos Destaques do Mundo do Osho.
Para encontrar mais citações do Osho sobre o ego ou qualquer assunto que possa interessar-lhe, Você pode visitar a biblioteca Biblioteca Osho Online. Esta biblioteca livre contém mais de 225 livros do Osho que podem ser lidos ou pesquisados por palavras-chave ou frases.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Energia do Cósmos

 "A energia se apresenta de várias formas, dentre elas: energia calórica, mecânica, gravitacional, elétrica e outras. O Tipo de energia a ser abordado aqui é mais conhecida como energia magnética ou anímica. Pode ser chamada também por Energia Consciencial.vitacional, elétrica e outras. O Tipo de energia a ser abordado aqui é mais ca o energinética ou anímica. Pode ser chamada também por Energia
A tradição oriental postula que o universo está impregnado de chi (prana, éter, ki, energia imanente, fluido cósmico universal, etc) que é responsável pela vida. Essa energia primária está difusa em todo o universo. A Teosofia alega que essa energia vital provêm do Sol. Pelos nossos estudos, sabemos que essa energia cósmica está em todas as partes, porém reconhecemos o imenso e importantíssimo valor do sol que intensifica e amplia muito essa energia e ajuda a nutrir nossa Terra com vida, por todos os meios possíveis. Essa energia é absorvida principalmente pelos chakras e conduzida às células físicas pelas nadis (canais de energia - "veias energéticas"). A energia absorvida pelos chakras alimenta o corpo físico energeticamente, todos os órgãos internos do Homem, e eleva o "tônus vital" de cada ser. Após ser absorvida pelos chakras, a energia sofre um processo de transformação e essa energia transformada chamamos por energia anímica ou consciencial. Consciencial.
No nosso Mundo, existe uma dimensão energética (Dimener), que é formada pelas próprias energias emanadas pela nossa Mãe Terra, por todas as coisas vivas. Cabe lembrar que tudo está vivo. Então, essa energia da Terra se liga à dos homens e forma um campo energético coletivo que se espalhará por todo o planeta. A dimensão energética apresenta várias cores, pois as energias emanadas pelos seres humanos são diferentes, embora, em alguns casos, conserve o mesmo padrão. Então forma um grande campo energético multicolorido, com cores claras, escuras, de diversas tonalidades. As energias da dimensão energética vibram, pois os pensamentos emitidos pela humanidade são energias que tem uma vibração própria. Pelas energias vibrarem, elas apresentam barulho, em diversos volumes, desde ruídos baixos até um barulho que possa incomodar. Isso depende também da proximidade desse campo de energias ou da distância. Dizemos também que toda energia tem informação, conseqüentemente esta dimensão energética, existente desde a formação do nosso mundo, serve, inclusive, para registrar tudo que foi feito através dos tempos. Essas energias contêm informações sobre toda história do nosso mundo, de todas eras, sobre tudo que. É importante dizer que não existe apenas um único tipo de energia. Existe, sim, uma energia primária, de onde derivaram todas as outras. Através dessas derivações, outros inúmeros tipos de energia, de diferentes aspectos e colorações, surgem. Existe, na verdade, toda uma cromática energética universal, cores-energias, energias vivas da criação, que criaram, em uma combinação perfeita, tudo que existe. Essas energias se manifestam sempre de "cima para baixo", por um processo lento de condensação. Lembramos o caso do nosso planeta: o plano mental é formado por energias mais sutis, mais próximas da energia livre; o plano astral é formado por energias intermediárias, de acordo com a faixa vibratória de cada esfera espiritual; o plano físico é o mais denso de todos; todos eles, porém, foram originados da energia primordial, dessa energia cósmica, que, em cada plano, se adensou e formou um tipo de matéria-energia diferente. Todos esses planos, no entanto, coexistem harmônicamente. Essas diferentes energias também tem diferentes funções, que, por diversos meios, podem atuar realizando benefícios tanto no ser vivo, quanto na Terra.
Podemos captar energias de diferentes fontes. Podemos captar energias do Sol, das águas, das matas, da terra, do ar, do éter, da própria alimentação, inclusive. O contato permanente com a natureza é muito bom para restabelecermos nossa saúde energética, pois renova nossas energias pessoais. Nesse caso, a nossa aura, nosso campo bioenergético, através dos chakras, entra em contato com as energias da natureza, que são extremamente saudáveis, capta essas energias vitais, e "alimenta" nosso corpo etéreo de forma muita positiva. Podemos captar energias fora do corpo também, em dimensões espirituais evoluídas, onde o nível de energia é muito forte e positivo. Durante o sono, quando desdobramos nosso corpo espiritual (psicossoma) absorvemos essa energia, às vezes estando nós conscientes ou inconscientes. Essa energia vivifica a matéria.
Pontos de Chacra
Em nossas relações do dia-a-dia, no contato com outras pessoas, há uma troca de energia constante. Emitimos e recebemos energias, sempre. Dependendo da nossa condição, às vezes doamos energia ou sugamos energia alheia. Então pode acontecer de assimilarmos energias saudáveis ou negativas, tanto de pessoas como de ambientes. Às vezes sentimos um ambiente pesado, carregado, isso significa que a egrégora (campo energético formado pelas pessoas presentes no ambiente) está ruim. Devemos evitar freqüentar lugares sabiamente negativos ou lidar com pessoas negativas, isso só irá nos prejudicar. No entanto, se a pessoa souber trabalhar com energias poderá ajudar a limpar o campo energético e se conhecer e souber lidar com a psiquê humana, pode transformar situações ruins em situações boas e positivas. Pode virar o jogo. De qualquer forma, procuremos frequentar somente lugares positivos e mantermos contato com pessoas saudáveis, para o nosso bem. De qualquer forma, vamos dar uma dica simples para todos. Quando um ambiente, qualquer ele que seja, estiver muito carregado, para evitar se "contaminar" com energias prejudiciais, cruze as pernas, as mãos e os braços, isso é um escudo energética. Técnica simples e de origem antiga.
Existem vários meios de se trabalhar com as energias. O meio mais simples é a oração. As vibrações da prece contribuem na limpeza da nossa aura. Purifiquemos nosso coração primeiro, nossos sentimentos, purifiquemos nossos pensamentos, andemos sempre no caminho reto, respeitando e seguindo a Boa Lei, a Lei de Deus. Ajudemos ao próximo, no que estiver ao nosso alcance. Façamos tudo com amor e pelo Amor. Oremos sempre. Quando oramos, o nosso campo energético se amplia, formando uma espécie de "escudo energético" contra energias negativas. "

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

O Poder de Transformar

"O poder de transformar
Todos os dias nos deparamos com situações que nos causam algum desconforto. Conflitos no trabalho, no relacionamento, maus estares causados por determinadas situações muitas vezes nos faz olhar para alguém e assumir que não gostamos desta pessoa.

Um dos maiores poderes que temos é o de TRANSFORMAÇÃO. O poder de transformar permite-nos mudar o que sentimos e em consequência disso toda a forma de estar envolvendo este sentimento.

Tudo começa com a PERCEPÇÃO que se tem das situações. É necessário perceber que qualquer seja a acção, a forma de a receber depende da nossa, auto-estima, sabedoria, experiência de vida, estado emocional, mágoas, amores, entre outros factores emocionais. Neste sentido, independentemente da intenção que uma pessoa ou situação pretenda causar é ESCOLHA NOSSA DE COMO A VAMOS RECEBER.

Muitas vezes não gostamos de alguém, e por este motivo tudo e qualquer coisa que esta pessoa faz é muitas vezes recebido por si só como um mau julgamento. Muitas vezes sequer foi a intenção desta pessoa em passar esta mensagem, mas pelo facto de não gostarmos dela a nossa recepção é negativa.

Tudo se RESOLVE com AMOR. Se ao contrario de julgarmos aquela pessoa, a tentamos apreciar, essa TRANSFORMAÇÃO poderá potenciar uma melhor relação entre pessoas ou situações. O exercício prático quando sente que está acumular algum tipo de sentimento negativo em relação a uma pessoa, é pedir que não tenha este sentimento e pedir que sinta AMOR por esta pessoa. Deste modo, aos poucos, mesmo que não aconteça no plano físico, no plano astral as contendas começam a ser resolvidas, quando está a dormir e isso vai influenciar no plano físico.


Quando retiramos o nosso julgamento e TRANSFORMAMOS a nossa forma de pensar em relação a pessoa, passamos a ter outra energia na presença da mesma e isso influenciar a pessoa também.

Muitas vezes estamos muitos agarrados a conceitos pré-definidos por sei lá quem, de que para a acção A tens que ter o sentimento B. Este tipo de programação mental nos faz simplesmente reagir sem reflectir. É necessário diferenciar que reflectir não é racionalizar.

Por exemplo, certa vez num supermercado havia uma mulher com as campanhas publicitárias de uma marca de café para ser dado gratuitamente aos cliente. No entanto existia um homem que constantemente dirigia-se a ela para pedir café, e nas n vezes que ele pedia café ela o dava. No entanto ela começou a sentir que o homem era um aproveitador, porque ele vinha várias vezes pedir café e começou a sentir aborrecida com a situação. Na conversa comigo, eu perguntei a senhora se a tarefa dela não era realmente dar o café a qualquer pessoa. Ela, respondeu que sim, mas achava que aquele homem estava a aproveitar-se, como se estivesse a roubar o direito de outra pessoa. Isso é típico da percepção de ter mais ou menos que o outro. O que disse a senhora foi que experimenta-se por cada vez que homem fosse ter com ela o tratasse como se de um novo cliente se tratasse.

São vários os conceitos pré-programados neste mundo físico. Se disser a duas pessoas para fazer braço de ferro e disser que ganha quem tocar mais vezes com a mão na mesa, o que irá observar é que imediatamente os dois oponentes tentarão fazer for para empurrar a mão do adversário contra a mesa. No entanto, o desafio era quem tocar mais vezes com a mão na mesa e não especifica de quem é a mão. Esta reacção primária vez do nosso cérebro reptiliano que nos incute a noção de território e domínio. Assim, no nosso programa a forma de ganhar é sempre fazer o outro perder.

Olhando numa outra perspectiva, ao contrário de fazer força para derrubar o adversário, bastava um dos concorrentes bater a própria mão na mesa várias vezes para poder ganhar. Até porque uma vez a mão na mesa dificilmente o adversário conseguirá levanta-la.


O mesmo acontece com algumas pessoas que têm determinadas dificuldades na vida, muitas destas dificuldades é uma pura armadilha do macaco no qual a vontade de querer ter impede o ser.

Todo pensamento negativo pode ser mudado, basta mudar a perspectiva de como se olha para as situações. Muitos são sabotadores da própria vida, mas isso é um tema para um próximo post.

A base para transformação é AMOR, para tudo e para nada. Muitas vezes julgamos as pessoas sem as conhecer. Recebemos mal determinadas situações não porque tinham esta intenção mas sim porque o nosso estado emocional condiciona a nossa percepção.

Transformar a situações também tem a ver com AMOR, principalmente AMOR PRÓPRIO, dar mais espaço para o AMOR e libertar o MEDO. É libertar de alguns julgamentos e conceitos que na maioria das vezes são os causadores da nossa dor. O nosso sentido de posso nos leva a muitas vezes ter sentimentos de perda mesmo quando não queríamos o que perdemos.

É possível transformar tudo, basta abrir espaço para o AMOR e mudar a nossa forma de pensar de reactiva para reflectiva. Porque durante o processo de reflexão filtramos o que é realmente importante, conseguimos muitas vezes absorver as causa e outros aspectos que nos farão, não tão só compreender a nós mesmo, mas também os outros"

quinta-feira, 10 de julho de 2014

DAI KOO MYO

UTILIZAÇÃO DO SÍMBOLO 4 - DAI KOO MYO



"Cada um dos símbolos Reiki se dirigem, de maneira específica, a um dos corpos vibracionais. Assim como a ressonância do CHO KU REI é mais intensa no corpo físico, o SEI HE Kl atua sobre o corpo emocional e o HO SHA ZE SHO NEM já tem sua atuação no corpo mental. A ressonância do DAI KOO MYO afeta o corpo espiritual. É uma cura muito poderosa que sana o mal que está na fonte superior, a causa primeira. Ocorrem transformações profundas no pa­ciente, o terapeuta presencia verdadeiros milagres durante as sessões.
O DAI KOO MYO vai direto à energia da divindade, à energia fonte, ligando a pessoa recep­tora à essa energia. Segundo minha percepção, é a energia terapêutica mais potente que dis­pomos no planeta Terra e sem dúvida alguma a mais positiva.
UTILIZAÇÃO DO SÍMBOLO 4 - DAI KOO MYO
O símbolo 4 pode ser usado como potencializador em qualquer espécie de trabalho de cura ou transformação, pode ser utilizado em qualquer lugar, a qualquer hora, mesmo quando es­tivermos dirigindo. O Reiki começará a fluir em nossas mãos, independente do que estiver­mos fazendo com elas. Não devemos esquecer que o mantra deve ser falado ou pensado sempre três vezes.
O DAI KOO MYO deve ser sempre usado antes dos demais para que possa amplifica-los.
No auto-tratamento, antes de começarmos a aplicação, usamos o símbolo 4 e depois o 1. Pa­ra trabalhar problemas emocionais, usamos, na seqüência, os símbolos 4, 2 e 1. Para proces­sos mentais e curas de eventos passado / futuro, usamos a seqüência 4, 3, 2 e 1.
O mesmo raciocínio serve para o tratamento de multidões e outras pessoas, sendo que neste caso, este símbolo, assim como os demais, serão visualizados sobre a cabeça do paciente no sentido da testa para a nuca.
Na cura à distância, as técnicas são as mesmas do segundo nível, incluindo-se o novo símbo­lo. A seqüência ficará 4, 3, 2 e 1. Esta nova modalidade permitirá a irradiação de energia pa­ra um número ilimitado de pessoas, simultaneamente.
As técnicas de transformação do caderno e da caixa deverão receber inclusão do símbolo 4, passando a seqüência a ser 4, 3, 2 e 1.
Existem, atualmente, diferenças na maneira de desenhar, ensinadas por diversos mestres. To­das funcionam bem, não sendo fundamental que todos o tracem da mesma forma. O impor­tante na aplicação dos símbolos Reiki é a intenção. Aconselho a todos os alunos que o utili­zem da forma que estão acostumados."

Fonte:http://reikinivel3.blogspot.pt/2009/03/utilizacao-do-simbolo-4-dai-koo-myo.html

domingo, 4 de maio de 2014

Brumas do esquecimento

Desde o desígnio da tua Jornada, te propuseste a descer pelas Brumas do Esquecimento.
Travaste as tuas batalhas pessoais... entre o Amor e o Ódio, 
Resgataste as tuas partículas... entre a solidão e conquistas.
Limitada por um corpo frágil, com uma mente toldada pela ilusão e o holograma, com momentos de fraqueza em que quase perdeste a fé... ainda assim, não esmoreceste.
Viveste e morreste as vezes necessárias para o cumprimento da tua missão... caminhaste sempre na direção do Guardião da Tua Morada. E sempre que Ele se ergue no Horizonte pela manhã, a tua fé e esperança são renovadas.
E agora, nesta Aurora dos Tempos, em que os véus do esquecimento se desdobram e perdem consistência, e em que acedes às tuas memórias e à Rede do Inconsciente Colectivo, sabes que é hora de estugares o passo.
Do Ponto Zero em que estás, é-te apresentada uma nova escada, através das brumas do esquecimento... mas desta vez a tua jornada há-de levar-te para cima.
Por isso ergue o rosto e caminha.
Hoje é O Novo Dia.


do site: http://www.espiritanos.org/?utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_campaign=truvo

quarta-feira, 9 de abril de 2014

MUDE!!!



“Para que serve o arrependimento, se isso não muda nada do que se passou? O melhor arrependimento é, simplesmente, mudar.”

José Saramago.

domingo, 6 de abril de 2014

Hora mágica...

"Só há felicidade se não exigirmos nada do amanhã e aceitarmos do hoje, com gratidão, o que nos trouxer. A hora mágica chega sempre."
Herman Hess



Nada nessa vida é por acaso

"
Nada nessa vida é por acaso. Absolutamente nada. Por isso, temos que nos preocupar em fazer a nossa parte, da melhor forma possível. A vida nem sempre segue a nossa vontade, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser..."
Chico Xavier

sábado, 16 de fevereiro de 2013

O Homem que acreditava no amor.....


Algures no Tempo!....Era uma vez...um Homem simples e humilde....que vivia na Ilha do Mundo!..Uma ilha onde havia imensa escuridão.....Não havia Sol!..O Sol tinha desaparecido...porque as pessoas tinham deixado de acreditar no amor!...

Todas as pessoas não!..Havia uma Homem diferente!..Ele acreditava! E, por mais que ouvisse, por mais que visse...ele recusava-se a deixar de acreditar no amor!..O Mundo girava por ele..girava sem parar! Luzes, vozes, uma dimensão humana que transcendia os próprios sentidos...Uma intuição que não cessa de cavalgar!....
Uma beleza intensa que se transformava em luz..Um coração que não parava de sentir!...Uma vida que não deixava de navegar...Um olhar que se perdia no coração...de quem um dia havia de chegar!....
O Mundo que girava...a vida que não parava...! As sensações que rodopiam...os sentimentos que viviam á superfície, num mar profundo desconhecido....
Um mar imenso imerso numa profundidade do ser...que se negava a revelara-se e a aflorar...
Um Sol desaparecido que não permitia que se visse a profundidade do mar...
As pessoas que se habituaram a viver e a sentir apenas na superficie do mar da vida...
Mas....o Homem humilde não desanimou....Dentro dele havia uma luzinha , trémula, que o orientava na escuridão ! Era a luzinha do acreditar...........
Um dia....decidiu atravessar o vento, de lés a lés, caminhar sobre as tempestades e furacões..
Um dia...decidiu cavalgar nas ondas do mar, trepar ás montanhas e mergulhar....
Um dia decidiu..que nadaria até á eternidade....
Um dia....decidiu que penetraria no olhar mais profundo....
Um dia....venceu barreiras e partiu....à procura do outro alguém....
Pegou no amor e transportou-o até á eternidade..Abriu estradas, venceu obstáculos...
Cansado de tanto caminhar....deixou-se dormir á beira da estrada....
Estava frio.....mas não teve frio....Estava escuro, mas não ficou na escuridão...Estava sózinho, mas não se sentiu só....
Dormiu nos braços de uma luz ....que o aqueceu e iluminou...Era uma estrelinha de luz...
Acordou e sentiu vontade de viver.....Acordou e sentiu vontade de amar....
Sentiu a presença de alguém....mas não a viu.....Alguém tinha estado com ele...o seu coração brilhava de vida....Alguém que desapareceu....alguém que amou.....
Do Homem humilde nunca mais ninguém ouviu falar....Fala-se que vive com o amor....Que encontrou o amor...em que tanto acreditava...que vive feliz para lá das montanhas na terra mágica do sonho e encanto....
 O amor verdadeiro  tudo mudou...o Sol voltou a aparecer na Ilha do MUndo...as pessoas estão a acordar....
Apenas porque um Homem acreditou no amor......

Site: http://anpera21.blogs.sapo.pt/31948.html

O homem que não acreditava no Amor


Era uma vez um homem que não acreditava no amor. Ele era uma pessoa comum, como você e eu, mas seu modo de pensar tornava-o diferente. O homem achava que o amor não existia. Claro, ele teve muitas experiências, tentando encontrar o amor, observou bastante as pessoas que o cercavam. Passou a maior parte da vida procurando o amor, apenas para descobrir que era algo que não existia.
Aonde quer que esse homem fosse, dizia às pessoas que o amor não passava de uma invenção dos poetas, uma mentira que os religiosos contavam para manipular a mente fraca dos humanos, forçando-os a acreditar, para controlá-los. Dizia que o amor não é real, que nenhum ser humano poderia encontrá-lo, mesmo que passasse a vida procurando-o.
Esse homem era extremamente inteligente e muito convincente. Lia muitos livros, frequentara as melhores universidades, era um erudito respeitado. Podia falar em público, diante de qualquer tipo de plateia, sempre com lógica irrefutável. Dizia que o amor é uma espécie de droga, que provoca euforia e cria forte dependência. Que uma pessoa pode viciar-se em amor e começar a necessitar de doses diárias, como os dependentes de qualquer outra droga.
Costumava afirmar que o relacionamento dos amantes é igual ao relacionamento entre um viciado e a pessoa que lhe fornece a droga. O que tem mais necessidade de amor é o viciado, o que tem menos, é o fornecedor.
Aquele, entre os dois, que tem menos necessidade, é o que controla todo o relacionamento. Dizia que é possível ver isso com clareza porque, num relacionamento, quase sempre há um que ama sem reservas, e outro que não ama, que apenas tira vantagem daquele que lhe entrega seu coração. Que é possível ver, pelo modo como os dois se manipulam, como agem e reagem, que são iguais ao fornecedor de uma droga e o viciado.
O viciado, aquele que tem mais necessidade, vive com medo de não conseguir receber a próxima dose de amor, ou seja, da droga. E pensa: “O que vou fazer, se ele (ela) me deixar?” O medo torna o viciado extremamente possessivo. “Ele é meu!” O medo de não receber a próxima dose torna-o ciumento e exigente. O fornecedor pode controlar e manipular aquele que necessita da droga, dando-lhe mais doses, menos doses, ou nenhuma dose.
O que necessita da droga submete-se completamente e faz tudo o que pode para não ser abandonado.
O homem ainda dizia muito mais, quando explicava por que achava que o amor não existia. Declarava que aquilo que os humanos chamam de amor é apenas um relacionamento de medo baseado no controle. “Onde está o respeito? Onde está o amor que afirmam sentir? Não há amor. Dois jovens, diante de um representante de Deus, diante de suas famílias e de seus amigos, fazem uma porção de promessas um ao outro: que vão viver juntos para sempre, que vão amar-se e respeitar-se mutuamente, que estarão um ao lado do outro nos bons e nos maus momentos, que vão se amar e se honrar. Promessas e mais promessas. O mais espantoso é que eles realmente acreditam que vão cumpri-las. Mas, após o casamento — uma semana, um mês, alguns meses depois — fica claro que nenhuma das promessas foi cumprida.
O que se vê é uma guerra pelo comando, para ver quem manipula quem. Quem será o fornecedor, e quem será o viciado? Alguns meses depois, o respeito que prometeram ter um pelo outro desapareceu. Surgiu o ressentimento, o veneno emocional, e ambos ferem-se reciprocamente, pouco a pouco, cada vez mais, até que eles não sabem mais quando o amor acabou. Permanecem juntos porque têm medo de ficar sozinhos, medo da opinião e do julgamento dos outros, medo de sua própria opinião e de seu próprio julgamento. Mas, onde está o amor?”
O homem costumava dizer que via muitos velhos casais, unidos havia trinta, quarenta, cinquenta anos, que tinham orgulho de estar juntos durante tanto tempo. Mas, quando falavam a respeito de seu relacionamento, diziam: “Sobrevivemos ao matrimônio”. Isso significa que um deles submeteu-se ao outro. A certa altura, ela (ou ele) desistiu e decidiu suportar o sofrimento. O que teve vontade mais forte e menos necessidade, venceu a guerra.
Mas onde está aquela chama a que deram o nome de amor? Um trata o outro como se fosse propriedade sua. “Ela é minha”, “Ele é meu”.
O homem mostrava mais e mais razões que o haviam levado a acreditar que o amor não existe. Dizia: “Eu já passei por tudo isso. Nunca mais permitirei que outra pessoa manipule minha mente e controle minha vida em nome do amor”. Seus argumentos eram bastante lógicos, e com suas palavras ele convenceu muitas pessoas. “O amor não existe.”
Então, um dia, esse homem andava por um parque, quando viu uma linda mulher chorando, sentada num banco. Ficou curioso, querendo saber por que motivo ela chorava. Sentando-se a seu lado, perguntou-lhe por que ela estava chorando e se podia ajudá-la. Imaginem qual foi a surpresa dele, quando a mulher respondeu que chorava porque o amor não existia,
— Mas isso é espantoso! — o homem exclamou. — Uma mulher que não acredita no amor? E, claro, quis descobrir mais coisas a respeito dela.
— Por que acha que o amor não existe? — indagou.
— E uma longa história — ela respondeu. — Casei-me muito jovem, cheia de amor, cheia de ilusões, com a esperança de passar minha vida inteira com aquele homem. Juramos lealdade um ao outro, juramos que nos respeitaríamos, que honraríamos nossa união e que formaríamos uma família. Mas logo tudo mudou. Eu era uma esposa dedicada, que cuidava da casa e dos filhos. Meu marido continuou a progredir em sua carreira. Seu sucesso e a imagem que mostrava fora de casa eram, para ele, mais importantes do que a família. Perdemos o respeito um pelo outro. Nós nos feríamos mutuamente, e um dia descobri que não o amava e que ele também não me amava. Mas as crianças precisavam de um pai, e essa foi minha desculpa para ficar e fazer tudo o que pudesse para dar apoio a ele. Agora, meus filhos cresceram e saíram de casa. Não tenho mais nenhuma desculpa para ficar com ele. Não existe respeito nem gentileza em nosso relacionamento. Sei que, mesmo que eu encontre outra pessoa, vai ser tudo igual, porque o amor não existe. Não faz sentido, procurar por algo que não existe. É por isso que estou chorando.
Compreendendo-a muito bem, o homem abraçou-a e disse:
— Tem razão, o amor não existe. Procuramos por ele, abrimos o coração e nos tornamos fracos, para no fim encontrarmos apenas egoísmo. Isso nos fere, mesmo que achemos que não vamos ser feridos. Não importa o número de relacionamentos que possamos ter, a mesma coisa sempre acontece. Por que ainda continuamos a procurar o amor?
Os dois eram tão parecidos, que se tornaram grandes amigos. Tinham um relacionamento maravilhoso. Respeitavam-se, um nunca humilhava o outro. Ficavam mais felizes a cada passo que davam juntos. Entre eles não havia ciúme nem inveja, nenhum dos dois queria assumir o comando, nem era possessivo. O relacionamento continuou a crescer. Eles adoravam estar juntos, porque sempre divertiam-se muito. Quando estavam separados, um sentia a falta do outro.
Um dia, o homem encontrava-se fora da cidade, quando teve a mais esquisita das ideias.
“Hum, talvez o que eu sinta por ela seja amor. Mas isto é muito diferente de qualquer outra coisa que já senti. Não é o que os poetas dizem, assim como não é o que os religiosos pregam, porque não sou responsável por ela. Não tiro nada dela, não sinto necessidade de que ela cuide de mim, não preciso culpá-la por minhas dificuldades, nem contar-lhe meus dramas. O tempo que passamos juntos é maravilhoso, gostamos um do outro. Respeito o que ela pensa, o que sente. Ela não me envergonha, não me aborrece. Não sinto ciúme, quando ela está com outras pessoas, não tenho inveja, quando a vejo ter sucesso em alguma coisa. Talvez o amor exista, mas não seja aquilo que todo mundo pensa que é.”
O homem mal pôde esperar pelo momento de voltar para sua cidade e conversar com a mulher para expor-lhe a ideia esquisita que tivera. Assim que ele começou a falar, ela disse:
— Sei exatamente do que é que você está falando. Tive a mesma ideia, bastante tempo atrás, mas não quis lhe contar, porque sei que você não acredita no amor. Talvez o amor exista, mas não seja aquilo que pensamos que é.
Decidiram tornar-se amantes e morar juntos e, de maneira admirável, as coisas não mudaram. Os dois continuaram a respeitar-se, a dar apoio um ao outro, e o amor continuou a crescer. Até as coisas mais simples faziam seus corações cantar, cheios de amor, por causa da grande felicidade em que eles viviam.
O coração do homem estava tão repleto de amor que, uma noite, um grande milagre aconteceu. Ele olhava as estrelas e encontrou uma que era a mais bela de todas.
Seu amor era tão imenso, que a estrela começou a descer do céu e logo estava aninhada nas mãos dele. Então, um outro milagre aconteceu, e a alma do homem uniu-se à estrela. Ele estava imensamente feliz e foi procurar a mulher o mais depressa possível para depositar a estrela nas mãos dela, provando seu amor. Assim que recebeu a estrela nas mãos, a mulher experimentou um momento de dúvida. Aquele amor era grande demais, avassalador.
Naquele instante, a estrela caiu das mãos dela e estilhaçou-se em um milhão de pedacinhos. Agora, um velho anda pelo mundo, jurando que o amor não existe. E uma velha bonita permanece em casa, esperando por ele, derramando lágrimas pelo paraíso que um dia teve nas mãos e perdeu por causa de um momento de dúvida.
Essa é a história do homem que não acreditava no amor. Quem foi que errou? Você gostaria de descobrir qual foi a falha? O erro foi do homem, que pensou que poderia passar sua felicidade para a mulher. A estrela era sua felicidade, e ele errou, quando a colocou nas mãos dela.
A felicidade nunca vem de fora de nós. O homem era feliz por causa do amor que saía dele, e a mulher era feliz por causa do amor que saía dela. Mas, no momento em que ele a tornou responsável por sua felicidade, ela deixou cair a estrela, quebrando-a, porque não podia responsabilizar-se pela felicidade dele.
Por mais que a mulher o amasse, jamais poderia fazê-lo feliz, porque nunca saberia o que se passava na mente dele. Nunca saberia quais eram as expectativas do homem, porque não poderia conhecer os sonhos dele.
Se você pegar sua felicidade e colocá-la nas mãos de outra pessoa, mais cedo ou mais tarde a verá estilhaçada. Se der sua felicidade a alguém, você a perderá. Então, se a felicidade só pode vir de dentro de nós, sendo resultado de nosso amor, nós somos os únicos responsáveis por ela. Nunca podemos tornar outra pessoa responsável por nossa felicidade, mas, quando os noivos vão à igreja para casar, a primeira coisa que fazem é trocar alianças.
Cada um está colocando sua estrela nas mãos do outro, esperando dar e receber felicidade. Por mais intenso que seja seu amor por alguém, você nunca será o que esse alguém quer que você seja. Esse é o erro que a maioria de nós comete, logo de início. Baseamos nossa felicidade em nossos parceiros, e não é assim que as coisas funcionam. Fazemos uma porção de promessas que não podemos cumprir, já nos preparando para o fracasso.
Don Miguel Ruiz

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

AS 12 LEIS DO KARMA




1ª – A GRANDE LEI - Colhemos o que plantamos. É a lei da causa e do efeito. O que quer que façamos no universo nos volta.

2ª - LEI DA CRIAÇÃO - A vida não apenas acontece, ela requer nossa participação. Estamos ligados ao Universo dentro e fora de nós mesmos. Tudo que nos cerca nos dá indícios de nosso estado interior. Temos que fazer em nós o que queremos em nossa Vida.

3ª – LEI DA HUMILDADE - o que nos recusamos a aceitar, continua a existir em nós. O mundo espelha nossos traços.

4ª – LEI DO CRESCIMENTO - Onde formos, lá estaremos. Para crescermos no espírito, somos nós que devemos mudar, não as outras pessoas, ou lugares ou as coisas em torno de nós.

5ª - LEI DA RESPONSABILIDADE - Sempre que algo está errado, existe algo errado em nós. Nós espelhamos o que nos cerca e o que nos cerca se espelha em nós. Devemos fazer um exame da responsabilidade do que ocorre em nossa vida.

6ª - A LEI DA CONEXÃO - Mesmo que algo pareça desconectado, é importante entender que no Universo tudo está conectado. Cada etapa conduz a etapa seguinte e assim por diante. Passado, presente e futuro, todos estão conectados

7ª – LEI DO FOCO - Não podemos pensar duas coisas ao mesmo tempo. Quando nosso foco está em valores espirituais é impossível ter pensamentos baixos de mágoas ou de raiva.

8ª – LEI DA DOAÇÃO - Se acreditamos que algo é verdade, seremos chamados para demonstrar essa verdade. É nesse momento que podemos colocar o que dizemos e aprendemos na prática.

9ª - A LEI DO AQUI E AGORA - Quando olhamos para trás para examinar o que passou, ficamos impedidos de olhar para o aqui e agora. Pensamentos velhos, padrões antigos, sonhos velhos...tudo isso impede que tenhamos novos pensamentos, novos padrões e novos sonhos.
10ª - A LEI DA MUDANÇA – A história se repete até aprendermos as lições que necessitamos para mudar nosso trajeto.

11ª – LEI DA PACIÊNCIA E DA RECOMPENSA - Todas as recompensas requerem trabalho inicial. Recompensas de valor duradouro requerem labuta paciente e persistente.

12ª – LEI DO SIGNIFICADO E DA INSPIRAÇÃO - O valor de algo é o resultado direto da energia e intenção colocada nela. Cada contribuição pessoal é também uma contribuição ao todo. A inspiração amorosa fornece uma contribuição ascendente e inspira o Todo.




(A.D.)
RETIRADO DA INTERNET

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O Poder de cura da água




ÁGUA - Você sabia que
…O mecanismo da sensação de sede é tão fraco, que com freqüência, 37% dos seres humanos a confunde com a fome?
Ainda mais, uma desidratação imperceptível retardará o metabolismo em aproximadamente 3%.
Um copo de água aliviará a fome à meia noite, em quase 100% dos casos, sob dieta redutora, segundo um estudo realizado na Universidade de Washington.
Você sabia que
Uma redução de somente 2% de água no corpo pode causar perda momentânea de memória, dificuldade em fazer contas matemáticas básicas e problemas de
focar a visão sobre uma tela de computador ou sobre uma página impressa?
Beber um mínimo de 8 copos de água por dia diminui o risco de câncer de cólon em 45%, além de baixar o risco de câncer de mama em 79% e reduzir à metade a probabilidade de se desenvolver câncer na bexiga.
De acordo com os experts, isto não é opcional, é obrigatório, se quisermos que nosso cérebro funcione de uma maneira ótima.
E, se estamos estressados, devemos aumentar a quantidade para 16 copos de água por dia.
90 % do volume de nosso cérebro é composto por água, que é o principal veículo das transmissões eletroquímicas.
Você não pode imaginar o que 8-10 copos de água por dia podem fazer para eliminar muitas indisposições.
As pessoas normalmente NÃO bebem tal quantidade para evitar de ter que urinar seguidamente; um inconveniente menor em troca de uma melhoria em sua saúde.
A cor de sua urina deve ser de um amarelo muito fraco ou incolor, caso contrário você não está ingerindo suficiente água (isto não é válido se você esta tomando vitaminas do complexo B, que produzem uma cor amarela.
Ao falar de beber água, não nos referimos à água contida no café, nos chás ou nos refrigerantes. A água engarrafada ou de fontes naturais é a melhor.
Estudos preliminares indicam que em 80% das pessoas, beber de 8 a 10 copos de água por dia, pode aliviar significativamente muitas indisposições.
Cura 1: Elimina os anti-ácidos e cura a acidez estomacal.
A acidez estomacal ou azia pode ser um sinal de falta de água na parte superior do trato gastrointestinal. Este é um sinal importante de sede, que o corpo humano emite.
A ingestão de anti-ácidos ou comprimidos contra a acidez estomacal não corrige a desidratação e o corpo continua sofrendo por falta de água no organismo.
Tragédia: Ao não reconhecer que a acidez estomacal é um sinal de desidratação e ao tratá-la por meio de anti-ácidos, com o tempo, poderão ocorrer inflamações estomacais no duodeno, hérnias hiatais, úlceras e eventualmente câncer no trato gastrointestinal ou no pâncreas e fígado.
Cura 2: A água pode prevenir e curar a artrite.
Dor reumática das articulações – A ocorrência de artrite pode ser um sinal de falta de água nas articulações. Pode afetar tanto aos jovens como aos adultos.
O uso de analgésicos não resolve o problema e a enfermidade prosseguirá.
Tomar água pode aliviar a dor ou resolver este problema.
Cura 3: Dores lombares.
A dor nas costas e a artrite paralisante da espinha dorsal podem ser sinais de falta de água nos discos da espinha dorsal – os amortecedores que suportam o peso do corpo. Estas moléstias devem ser tratadas com o aumento de água a ser ingerida diariamente.
Tragédia: Ao não reconhecer que a dor nas costas é um sintoma de desidratação das articulações e ao tratá-la com analgésicos, massagens, acupuntura e eventualmente cirurgia, com o passar do tempo, isto provocará osteoporose e quando as células das cartilagens das articulações vierem a eventualmente morrer e causarem uma deformação na espinha dorsal, poderá até haver incapacidade física dos membros inferiores.
Cura 4: Angina.
Dor no peito - angina de peito – pode ser um sinal de falta de água no organismo entre o eixo do coração e dos pulmões.
Este sintoma deve ser tratado bebendo-se maior quantidade de água, até que o paciente já não tenha dor e sem tomar medicamentos. É prudente se providenciar supervisão médica, no entanto, ao aumentar-se a quantidade de água ingerida, pode-se curar a angina de peito.
Cura 5: Enxaqueca.
A enxaqueca pode ser um sintoma de falta de água requerida no cérebro e olhos e pode ser evitada ao se impedir a desidratação do corpo. Este tipo particular de desidratação eventualmente ocasiona uma inflamação na parte posterior dos olhos e possivelmente uma diminuição ou perda de visão.
Cura 6: Colite.
A colite é um sinal de falta de água no intestino grosso. Associa-se com a prisão de ventre ou constipação, devido à constrição do excesso de água que também se exerce sobre os excrementos, que por sua vez perdem a lubrificação fornecida pela água.
Tragédia: Ao não se reconhecer a dor da colite como um sinal de falta de água, provoca-se- á uma condição de constipação persistente que resultará na compactação das fezes, que por sua vez poderão causar verticilos, pólipos e hemorróidas, e aumentar a possibilidade de se contrair câncer do cólon e do reto.
Cura 7: Asma.
A asma afeta milhões de crianças e mata milhares delas a cada ano. É uma complicação da desidratação do corpo, causada por falha no programa de administração da hidratação no organismo.
Obstrui-se a passagem livre de ar e impede-se a eliminação de água do corpo em forma de vapor – o bafo.
O aumento do consumo de água evita os ataques de asma.
Tragédia: Ao não se reconhecer a asma como um indicador de falta de água quando as crianças estão na fase de desenvolvimento, não somente muitos deles morrem, como também se provocará danos irreversíveis nas crianças asmáticas sobreviventes.
Cura 8: Pressão Alta.
A hipertensão é um estado de adaptação do corpo a uma desidratação geral quando as células dos vasos sanguíneos não obtém a quantidade de água suficiente. Como parte do mecanismo de osmose inversa, quando a água do soro é filtrada e injetada nas células importantes através de poros diminutos existentes em suas membranas, é requerida uma pressão extra para o “processo de injeção”, tal como acontece quando se injeta o “soro” nos hospitais para re-hidratar milhões de células. Beber água, compensará a pressão e fará a mesma voltar à normalidade.
Tragédia: Ao não reconhecer que a hipertensão arterial é um dos indicadores da desidratação corporal e tratar por meio de diuréticos que desidratarão o corpo ainda mais, trará como conseqüência posterior, um bloqueio das artérias do coração e das artérias que vão até o cérebro pela ação do colesterol. Esta condição provocará ataques do coração, pequenos infartos massivos cerebrais que poderão paralisar alguma parte do corpo. Também podem causar falhas no funcionamento dos rins e danos neurológicos como a doença de Alzheimer.
Cura 9: Diabetes Tipo II ou de Adultos.
A diabetes dos adultos é outra causa provável devida à desidratação do corpo. Ao se manter uma quantidade adequada de água na circulação, incluindo-se as necessidades prioritárias do cérebro, a secreção de insulina se inibe para impedir a entrada de água nas células do corpo. Nos diabéticos somente algumas células obtém suficiente água para sobreviver. Beber água reverte a diabetes adulta para as etapas iniciais.
Tragédia: Ao não reconhecer que a diabetes adulta é uma complicação causada por desidratação, com o tempo, poderá haver danos massivos nas células sanguíneas de todo o corpo. Isto pode provocar mais tarde a perda dos dedos do pés, das pernas por gangrena e causar a cegueira.
Cura 10: Colesterol no sangue.
Os altos níveis de colesterol são indicadores de uma desidratação corporal prematura. O colesterol é um material argiloso que se adere entre os espaços de algumas membranas celulares, para impedir que estas percam sua umidade vital pela pressão osmótica mais forte do sangue que circula nas áreas vizinhas.
O colesterol, além de ser utilizado na fabricação das membranas das células nervosas e de hormônios, também atua como um “escudo” contra a demanda de água de outras células vitais que normalmente trocam água através de suas membranas celulares.
Outras curas:
A depressão, a perda de libido, a fadiga crônica, o lúpus, a esclerose múltipla, a distrofia muscular. Todas estas condições podem ser causadas por desidratação prolongada. Se esta for a causa provável, os sintomas se aliviarão, uma vez que o corpo tenha sido hidratado regularmente.
Nestas condições, o exercício muscular deve ser parte do programa de tratamento.
Agora a pergunta é:
Você está tomando a devida quantidade de água diariamente?
SE FORNECER ESTA MENSAGEM ÀS PESSOAS, TALVEZ ESTEJA AJUDANDO-AS AMELHORAR SUA SAÚDE.
Fonte: Ordem Universal dos Seres estelares - O.U.S.E