domingo, 8 de Fevereiro de 2009

Fé, Esperança e Amor


Um dia, a FÉ, a ESPERANÇA e o AMOR saíram pelo mundo para ajudar os aflitos. Quem das três, seria capaz de realizar o melhor trabalho para a glória de Deus?

A beira da estrada da vida encontraram um homem pobre que sofria com uma doença que o deixou paralítico desde nascença. Mendigava às almas caridosas a fim de sobreviver. Diante daquela situação, a FÉ tomou a frente da Esperança e do Amor para resolver o caso. Disse:

* Esperem aqui, vou realizar minha obra na vida daquele infeliz e tirá-lo daquela situação.

A FÉ trouxe ao homem a palavra de Deus e assim ela foi reproduzida no coração dele. Imediatamente aquele homem se rebelou contra aquela situação e usou a FÉ que tinha no coração para determinar sua cura e, no momento em que orava, seus ossos e juntos tornaram-se firmes.

Finalmente ficou de pé e saltou de alegria. Não precisava ficar mais a beira da estrada para mendigar e muito menos padecer todas as dores de antes.
Passadas algumas horas, o homem não tinha para onde ir. Nem casa, nem profissão, que lhe desse condições de se estabelecer na vida.

Neste momento a ESPERANÇA sentiu que era chegada a sua vez de trabalhar. Ela o levou para o alto da montanha e fez com que ele visse os férteis campos da terra. Desta maneira, foi mudando o seu coração e o homem entendeu que podia prosperar.

Movido pela força da ESPERANÇA, ele se pôs a caminho. Logo conseguiu um emprego, em uma fazenda próxima, e rapidamente aprendeu a cultivar a terra. Em pouco tempo, tinha juntado o suficiente para comprar seu próprio campo.

Com FÉ e ESPERANÇA, renovava suas forças a cada dia, e em poucos anos expandiu grandemente seus negócios. Suas colheitas eram exportadas em navio, alcançando portos de todo o mundo.

Ele tinha muitos empregados e se tornou o homem mais rico da terra. A FÉ e a ESPERANÇA estavam satisfeitas com o maravilhoso trabalho que haviam produzido na vida daquele homem.

Então disseram ao Amor:
* "Não te preocupes em realizar tua obra. Vês, que juntas, mudamos completamente a vida deste homem, fazendo-o forte e próspero".

Assim, o Amor partiu em busca de alguém a quem pudesse ajudar. O império daquele homem se expandia por todo o lado, de forma que eram tantas as casas que muitas delas nem sequer conhecia.

Viajou o mundo inteiro e nada mais havia que o surpreendesse. Mas com o passar do tempo o homem foi ficando triste e enfastiado.
* "Tenho tudo que um homem possa desejar" dizia ele, "mas ainda me sinto vazio".

A FÉ e a ESPERANÇA conversavam o que podiam fazer para torná-lo forte como antes? Ele agora não precisava do milagre da cura nem da Esperança para crer no sucesso do seu futuro, pois era muito rico.
Então as duas foram correndo em busca do AMOR para lhe pedir ajuda.
O AMOR voltou com elas e realizou sua obra no coração daquele homem.

Ao sentir AMOR, ele passou a entender Deus e a sua mais extraordinária obra. Surgiu a necessidade de ajudar outros com os mesmos problemas que os seus. A FÉ e a ESPERANÇA entenderam que embora suas obras tivessem sido de grandeza extraordinária... com o passar do tempo, sem AMOR, tudo perdia o sentido.

A FÉ é rápida.... a ESPERANÇA permanece por mais tempo, mas o
AMOR...NÃO ACABA NUNCA !!!

(Autor desconhecido)

24 comentários:

  1. Uma belissimo texto e uma foto, simples mas cheia de sentimento :) Gostei muito deste post

    ResponderEliminar
  2. Lindo texto, o amor jamais acaba pois ele vive no Universo
    beijos

    ResponderEliminar
  3. Como é reconfortante saber que o amor perdura quando tudo acaba.
    Gostei muito , linda.
    Vim dizer que tem presentinho para ti la no meu cantinho viu??
    Bjuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
  4. Sissi

    Um botão floriu, "alma das imagens," e as virtudes de que te servistes para fazer um belo texto fizeram o resto.
    Apreciei, fui sempre lendo agradado.
    Daniel

    ResponderEliminar
  5. E já dizia alguem que denomino um grande poeta..."existe os três a fé o amor e a esperança porém entre eles o maior é o amor!"
    E você docemente reafirma esse conceito lindo!

    Parabéns!
    bjus.


    Elaine Siderlí.

    ResponderEliminar
  6. "Amar não é apoderar-se do outro para completar-se, mas se dar ao outro para o completar."
    - Anónimo.

    Obrigada por fazer parte de minha existencia.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Sublimes versos escapam das almas dos poetas
    Viajando até ao fundo dos céus como balões …
    Suspensos ficam no tecto brilhando poesias inquietas
    Reflectindo olhos orvalhados em prados de emoções

    Dedicado a todos
    Os poetas e poetisas
    Deste mundo,
    Os que já adormeceram,
    E aos outros
    Que ainda nem sono têm...

    Bem hajam!

    Um resto de uma boa semana...

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  8. És madeira verde
    Ou apenas mulher perdida
    Testemunha de berço feito de penas
    Arca perdida da dor contida

    Tudo isto é universo
    Em límpida poça de água
    Onde as conchas têm a forma de coração
    Onde o sal afasta a mágoa

    A ti que és minha amiga especial
    convido-te a partilhar comigo o “sítio das conchas azuis”




    Beijo azul

    ResponderEliminar
  9. Quanto mais se dá,mais se tem, esse é o Amor.

    Gostei de encontrar o seu blog. Vou voltar

    Um abraço,

    Maria Emília

    ResponderEliminar
  10. Para lá desta janela sincera
    Mora a luz radiosa, inconstante
    Esta Lira liberta uma breve melodia
    Que a brisa carrega adiante

    Passos amedrontados
    Olhos abertos sem vida, sem fervor
    Sons mais que mil e muitos
    Máscara da ironia de Deus superior

    Bom fim de semana


    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  11. Olá.

    Certo dia, uma das noviças de Madre Teresa de Calcutá, veio dizer de um mendigo, meio muribundo que agonizava só.
    Cheio de chagas e imundice,de vermes e de cheiro nauseabundo, ninguém ousava aproximar-se.
    Não lhe davam comida, nem cuidados.
    Madre Teresa soube da sua existência e logo se pôs a caminho.
    Chegou ao pé dele, lavou-lhe o rosto, acariciou-o e deu-lhe de beber.
    Enfraquecido, num fio de voz :

    -"Porque me fazes isto?"

    Ela, com a luz de um sorriso doce e suave disse simplesmente :

    -"Porque te amo!"


    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
    Nas vastas planícies, terras por conquistar…
    Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
    Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

    Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
    Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
    Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
    Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

    Um resto de uma agradável semana!

    Bem-haja!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  13. Olá gostei do seu blog e por isso lhe dei um prémio no meu, tem que passar no meu blog pegar a imagem e colocar aqui no seu.
    O meu blog é:

    http://luzcardoso2.blogspot.com/

    Abraço de Luz!!!

    Namasté!

    Luz Cardoso

    ResponderEliminar
  14. VERDADEIROS AMIGOS SÃO COMO ESTRELAS
    NEM SEMPRE OS VÊ, MAS SABE QUE ESTÃO LÁ....
    UM ABRAÇO E BOM FINAL DE SEMANA

    ResponderEliminar
  15. O amor ultrapassa barreiras!
    Vence guerras!
    Alivia a gravidade das asneiras!
    Torna tudo muito mais belo!

    Muito bonito o teu texto!

    Beijinho terno!

    ResponderEliminar
  16. O sol rasga os panos do horizonte
    Em pacífico brilho de sua magnitude…
    Cadenciado ondular que em mar bronze,
    Excelsa beleza no marulhar da virtude!

    A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
    Firmada num profundo e desigual chão azul …
    Cristalizadas águas reflectem o planar,
    Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

    Gostava que comigo
    Desse asas á sua imaginação,
    No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

    Um bom fim-de-semana,
    Com muita inspiração
    E na mente… um sorriso!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  17. O sol rasga os panos do horizonte
    Em pacífico brilho de sua magnitude…
    Cadenciado ondular que em mar bronze,
    Excelsa beleza no marulhar da virtude!

    A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
    Firmada num profundo e desigual chão azul …
    Cristalizadas águas reflectem o planar,
    Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

    Gostava que comigo
    Desse asas á sua imaginação,
    No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

    Um bom fim-de-semana,
    Com muita inspiração
    E na mente… um sorriso!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  18. Num traço de avião, desvendo o teu rosto,
    Rosto de nuvem em céu azul, luz do infinito…
    Infinito desfasamento de Poalhas em fundo fosco,
    Fosco cálice vazio que cala a voz de um grito!

    Grito queimado nas cinzas de um cinzeiro,
    Cinzeiro apagado de um quarto de hotel perdido…
    Perdido por um ardente amor, enamorado por inteiro!
    Inteiro o calor de um corço que arde consumido.

    Que nesta Páscoa receba muitas bênçãos,
    Que esta passagem lhe traga
    Muito amor, saúde, paz e esperança…

    Lhe desejo
    Uma FELIZ PÁSCOA!
    Bem-haja!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderEliminar
  19. Que a alegria da Páscoa

    invada o seu coração

    e o daqueles a quem ama,

    irradiando luz para iluminar

    e fazer brilhar o mundo em

    que vivemos, enchendo-o de

    AMOR, SAÚDE, PAZ

    ResponderEliminar
  20. Tenha uma Páscoa abençoada e com os recomeços que você espera.
    beijos de luz
    mirna

    ResponderEliminar
  21. lindo os pemas e as fotos tbm!
    parabéns pelo lindo blog!

    ResponderEliminar
  22. esperança e fé...filhotas do amor...
    bjos e lindo sábado de sol em seu coração!

    ResponderEliminar

Obrigado pelo vosso comentário.
Volte sempre.
Sissi